Seguidores

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Você gostaria de chegar aos 100 anos?

Segundo o IBGE, aproximadamente 11 mil pessoas conseguem chegar a essa idade no país. No Brasil a expectativa de vida chega a 71 anos e, na última década, o número de brasileiros acima dos 60 anos aumentou em mais de 5 milhões. Apesar disso, não se compara ao marco de se completar um século de vida. ___________

Opiniões:

-------------------

"Não só gostaria como tenho certeza de que vou chegar lá. Já consegui chegar aos 85 anos de idade, e tenho muito que viver!" Mário Silva, aposentado.

---------------------

"Não. O nosso corpo vai se deteriorando com o tempo, as doenças vão tomando conta. Além disso, não quero dar trabalho a ninguém". Alexandre Kestering, Analista de Sistema.

______________

"Com certeza. Tem jovem que não chega nem aos 17 anos. É preciso correr atrás da vida e obter o benefício do amadurecimento". Leandro Santos, motorista. _____________

"Com toda certeza que gostaria, porque quanto mais tempo eu tiver para conhecer esse mundo maravilhoso, melhor." André Pereira, estudante.

----------

Já é difícil chegar aos 100 anos, imagine ultrapassar essa idade. Qual seria o segredo dessa lonjevidade? Alguns deles dizem que é não esquentar a cabeça. Pois a única preocupação que vale a pena é com a saúde. Outros, mesmos com dificuldades para se locomoverem, sentem-se felizes por fazerem o que gostam. Dizem que fazer o bem às pessoas ao nosso redor também ajuda. A paciência é uma virtude que se percebe nessas pessoas que já viveram muitas coisas e aprenderam com estas.

------------------

É um grande privilégio poder contar com a presença da mãe ou pai ou avós, por exemplo, numa situação como essa. Você conhece alguém assim na sua cidade que tenha muita história e sabedoria pra contar? Pois, aqui em Belém do Pará temos de 100 à 105 anos de maturidade espalhada pela nossa cidade das mangueiras.

____________

De qualquer maneira, essas pessoas aprenderam como viver, independente das transformações físicas que o tempo provocou nelas. Sorriso, paciência, profissão, conhecimento parecem caminhar no sentido vertical, ou seja, espiritual. Mas o segredo? Só Deus sabe.

--------------

Se puder gostaria de viver 100 anos, sim. Mas se não for possível, quero viver bem assim mesmo. Portanto, vou pegar uma carona na sabedoria deles e não esquentar a cabeça à toa.

Abraços! Sheila Fonseca.
Fontes de pesquisa
DIÁRIO DO PARÁ, Radar da cidade. Sexta-feira, Belém-Pa, 2009.

7 comentários:

Sandra F. disse...

Eu gostaria de viver o tempo suficiente pra ver meu filho prosperar, depois se a morte chegar, que assim seja. Não tenho medo de morrer e sim de deixá-lo ainda pequeno, indefeso. Como tenho medo de sofrer em cima de uma cama, mas não medo da morte propriamente.
Difícil falar em números rs. Bom é viver enquanto temos saúde e motivos pra sorrir. Acho que 100 anos é muito tempo, mas se eu for saudável e não depender de ajuda financeira de filho e netos, topo! (Ahahaha 'topo' é ótimo né? Parece que recebi uma proposta).
Gostei da postagem, abraços!

Edilza Nascimento disse...

Adorei o post. Também gostaria de chegar aos 100. De preferencia com saúde e tods os dentes hehehe
abraços

Principe Encantado disse...

Querer nem sempre é poder mais deve ser muito bom você ter cem anos de história para contar.
Abraços forte

Joselito disse...

Eu queria sim chegar e até passar dos 100 anos, mas, com o corpinho de 30 .... Rssss

Francisco Castro disse...

Olá! A idade depende de cada pessoa para se sentir o bem com uma idade avançada e ter um cotidiano sem muito problemas. Infelizmente, existem muitos preconceitos copm relação às pessoas mais velhas. Então, poderia ser um grande sacrifício viver uma vida até os 100 anos e sofrer bastante por conta disso.

Abraços

Francisco Castro

Sissym disse...

Eu quero viver o suficiente para não dar trabalho a ninguém (minha unica filha), de maneira consciente e saudável. Não faço questão de ter 100, mas que eu viva plenamente enquanto puder.
Admiro muitos que chegaram lá e até ultrapassaram. Alguns incrivelmente bem de maneira generalizada. Mas vi pelo meu pai que sentir a perda de amigos e parentes é muito dolorido.
Beijos

Drauzio Milagres disse...

Isso depende. Viver até uma idade avançada com qualidade de vida deve ser muito bom, mas sem essa qualidade eu prefiro ir para o andar de cima mais cedo. Um abraço. Drauzio Milagres.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin